"Seria terrível" que Neymar se transferisse para o Real Madrid - Messi

"Seria horrível, por tudo o que significa Neymar para o Barcelona". Apesar da maneira como partiu. Aqui ganhou títulos importantes. Seria um golpe duro para todos, seguramente seria um grande golpe para todo o barcelonismo.

Avesso a entrevistas, o craque argentino Lionel Messi abriu uma exceção e recebeu em sua casa, em Barcelona, o canal argentino "TyC Sports" às vésperas da Copa do Mundo da Rússia. Para o atacante argentino, um dos símbolos do clube catalão, a possível transferência do brasileiro do Paris Saint-Germain para o arquirrival "seria terrível". "Ele já sabe o que eu penso sobre isso, eu mesmo disse a ele".

- Não me interessa ser o melhor da história.

Vice-campeão mundial em 2014, no Brasil, e também nas duas edições da Copa América subsequentes (2015 e 2016), Messi lamentou que a torcida argentina prefira criticar as derrotas nas decisões (para a Alemanha, há quatro anos, e duas vezes para o Chile no torneio continental) do que valorizar as boas campanhas. Na última década, sentimos que temos uma obrigação de ganhar e não é assim. "Quero ganhar, é o que todos queremos", acrescentou o astro argentino. Não temos obrigação de nada. O fato de termos disputado três finais, sem sucesso, é um peso que carregamos conosco.

Na avaliação do argentino, o principal favorito ao título na Rússia é o Brasil. Todos os anos luto para ganhar tudo.

Durante a entrevista, Messi elogiou o elenco comandado pelo francês Zinedine Zidane, mas aproveitou para dar uma leva 'alfinetada' na equipe, repetindo algo que já é tradicionalmente dito há alguns anos pelos torcedores catalães: que na Espanha, o Real joga feio, mas conquista títulos, e que o Barcelona, por sua vez, precisa fazer muito melhor para conseguir o mesmo. Ele citou ainda Alemanha e França como favoritos também.

Artigos relacionados