Marta Soares: "Nenhum jogador mostrou vontade de sair"

Marta Soares:

Estas iniciativas têm como objectivo colocar pressão no presidente do clube de Alvalade para que este apresente a demissão, afirmou Marta Soares em declarações à SIC Notícias.

Todas estas demissões vão no sentido de tentar forçar a saída de Bruno de Carvalho, que ainda hoje em comunicado garantia que não se ia demitir.

Alcochete, Setúbal, 15 mai (Lusa) - O presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, disse hoje que vai convocar os órgãos sociais para analisar o momento do clube, na segunda-feira. De resto uma decisão que deverá ser seguida pelo Conselho Fiscal e alguns membros do Conselho Executivo planeiam também entregar um pedido de demissão.

Sobre a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves, Jaime Marta Soares disse acreditar que "os jogadores do Sporting, pela sua responsabilidade e pelo amor que têm ao Sporting e à sua camisola, vão estar no Jamor para defender [o clube] com muito orgulho e muita honra".

Depois da crise entre Bruno de Carvalho e a equipa leonina registada após a derrota do Sporting contra o Atlético de Madrid, tudo se deteriorou depois de, no domingo, os "leões" terem perdido contra o Marítimo, sendo relegados para a terceira posição da Liga e ficando afastados da próxima edição da Liga dos Campeões.

Depois de terem chegado à conclusão que o CFD "não tem competências estatutárias" para retirar o clube da "situação insustentável em que o mesmo se encontra", Nuno Silvério Marques e os restantes quatro membros decidiram apresentar a demissão.

"Estatutariamente, a resolução passará sempre por uma de três situações: renúncia ao cargo por parte do presidente do Conselho Diretivo, renúncia ao cargo por parte da maioria dos membros do Conselho Diretivo ou convocação de uma Assembleia Geral para a revogação do mandato", explicam.

A demissão em bloco dos vários responsáveis acontece dois dias depois da invasão de 50 pessoas de cara tapada à Academia de Alcochete, onde treina o Sporting.

Vários funcionários do clube de Alvalade estão, nesta altura, detidos.

Artigos relacionados