Google vai exigir que fabricantes liberem atualizações para aparelhos

Google vai exigir que fabricantes liberem atualizações para aparelhos

Isso significa que as empresas que quiserem ter o sistema operacional vão ter que estar sempre com os patches de segurança atualizados, o que não acontece automaticamente com todas as marcas até então. A Google pretende acabar com isso em breve.

A Google comentou durante o evento I/O que vai exigir que as fabricantes de smartphone atualizem os smartphones de clientes, principalmente no que toca uptades de segurança. Isso irá levar a um aumento massivo no número de dispositivos e utilizadores que vão receber atualizações de segurança periódicas.

Em uma palestra durante o I/O, o líder da área responsável pela proteção do Android, David Kleidermacher, ainda reforçou mudanças na política, segundo 9to5Google: "Nós também trabalhamos em incluir atualizações de segurança nos contratos com nossas fabricantes parceiras".

Claro que ainda é cedo para se verem alterações e nem se sabe quais são os fabricantes que já realizaram este acordo com a Google. Agora, a Qualcomm estabeleceu uma parceria com o Google para facilitar as coisas.

Com esta mudança agora esperada este panorama deverá mudar, com os fabricantes a terem a obrigação de lançar as atualizações para os seus equipamentos. Com esta novidade este poderá ser um processo mais simples e direto.

Artigos relacionados