Gil Vicente não será integrado na I Liga na próxima época

Gil Vicente não será integrado na I Liga na próxima época

Reunidos em Coimbra, na Cimeira de Presidentes promovida pela Liga, os 32 representantes das Sociedades Desportivas (faltou apenas o Sporting) decidiram pela integração do Gil Vicente apenas em 2019/20, segundo noticia o jornal O Jogo. O dirigente adiantou ainda que a proposta de alteração do modelo de governação da LPFP foi aceite com muita "positividade e que haverá uma alteração estatutária até ao final da presente época".

O "caso Mateus" remonta a agosto de 2006, quando o Gil, depois de ter assegurado a permanência na I Liga, foi despromovido administrativamente devido à utilização do angolano Mateus, quando o futebolista estava impedido por ter atuado com estatuto de amador, na época imediatamente anterior, ao serviço do Lixa.

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, anunciou esta quarta-feira que o Gil Vicente não será integrado na próxima época na I Liga de futebol. Em dezembro do ano passado, um acordo conjunto entre Gil, Belenenses e Liga colocou um ponto final no 'Caso Mateus' e decretou que o clube de Barcelos subiria automaticamente ao principal escalão em 2019/20. Entre as competências que lhe serão atribuídas contam-se a constituição de Grupos de Trabalho e Comissões Permanentes, a sugestão de alterações regulamentares ou a ratificação de algumas decisões da direcção executiva.

Artigos relacionados