Copiloto é parcialmente sugado para fora do avião

Copiloto é parcialmente sugado para fora do avião

"Quando olhei para o lado, vi que o co-piloto já estava meio fora da janela", afirmou.

Em uma entrevista para o jornal local Chengdu Business Daily, o piloto Liu Chuanjian disse que o copiloto chegou a ser sugado parcialmente para fora da nave. O aparelho fazia a rota entre a cidade de Chongqing e Lhasa, a capital do Tibete, mas foi forçado a aterrar em Chengdu apenas uma hora após a descolagem, cerca das 6h25 de segunda-feira (ainda 23h25 de domingo em Lisboa).

"Não houve sinal de alerta".

Em abril, uma passageira da Southwest Airlines foi parcialmente sugada depois que a janela se quebrou no ar.

"Tudo no cockpit estava a flutuar".

Com o barulho na cabine, o piloto não conseguia ouvir o rádio. Ele não morreu, mas sofreu arranhões e torceu o pulso. Outro membro da tripulação ficou ferido no procedimento de pouso. "O avião estava balançando tão forte que eu não conseguia ler os medidores". Nenhum dos 119 passageiros se machucou, mas 29 deles foram encaminhados a exame médico.

"A tripulação estava a servir-nos o pequeno-almoço quando o avião começou a tremer", disse um passageiro a uma agência noticiosa estatal chinesa. Não sabíamos o que estava acontecendo e entramos em pânico.

Incidentes em que vidros racham por causa de raios ou aves acontecem, mas é comum que para-brisas inteiros se partam.

Fotografias capturadas pelos passageiros e difundidas no portal do Diário do Povo, o jornal oficial do Partido Comunista Chinês, mostram que as máscaras de oxigénio foram libertadas.

Artigos relacionados