Celulares irregulares serão bloqueados no dia 9 no DF e Goiás

Celulares irregulares serão bloqueados no dia 9 no DF e Goiás

Lembrando que aparelhos irregulares habitados antes de 22 de fevereiro não sofrerão com o bloqueio, ao menos que mudem de número.

O sistema da Anatel que realiza o bloqueio de aparelhos piratas, vai ser utilizado no Distrito Federal e em Goiás a partir da próxima quarta-feira (09). A medida atende decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A agência reguladora decidiu fazer o bloqueio em novembro do ano passado, e a iniciativa no Distrito Federal e em Goiás será um teste para avaliar o impacto real da medida.

Smartphones que foram habilitados antes do dia 22 de fevereiro, a princípio não serão afetados, com ressalva aos casos em que houve alteração de linha, posterior a data.

Segundo a Anatel, aparelhos irregulares podem ser perigosos para a saúde do usuário por apresentarem grande quantidade de chumbo e cádmio, não possuírem garantias em relação a limites de radiações eletromagnéticas e utilizarem materiais de baixa qualidade, como baterias e carregadores mais sujeitos a quebras. Além disso, tendem a apresentar problemas de queda de chamadas e falhas na conexão de dados.

Cada celular tem um número de identificação único e global, chamado de IMEI, cuja situação pode ser verificada no portal da Anatel.

A Anatel destaca que o consumidor deve verificar, antes de comprar um celular, se o número que aparece na caixa, o número do selo e o número que aparece ao discar *#06# são os mesmos.

Casos esses números sejam diferentes, há uma grande chance de o aparelho ser pirata.

Os moradores dos estados do Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Região Sul e demais estados da Região Centro-Oeste que possuem aparelhos piratas receberão mensagens a partir do dia 23 de setembro.

Os aparelhos atingidos pela medida terão o IMEI bloqueado e se tornarão incapazes de se conectarem à rede celular, efetivamente fazendo com que eles se tornem quase inúteis.

O DF é a primeira região a desligar esses aparelhos irregulares.

Na Região Nordeste e demais estados das Regiões Norte e Sudeste, o encaminhamento de mensagens aos usuários a partir de 7 de janeiro de 2019 e bloqueio dos aparelhos a partir de 24 de março do próximo ano.

Celulares comprados no exterior vão continuar funcionando no Brasil, desde que sejam certificados por organismos estrangeiros de certificação equivalentes à agência reguladora.

Artigos relacionados