CAS amplia pena de Guerrero, e peruano está fora da Copa

CAS amplia pena de Guerrero, e peruano está fora da Copa

Mas por quê? Simples, o Tribunal Arbitral do Esporte - mais conhecido por TAS, localizado na Suíça, ampliou a pena do atacante para 14 meses, ou seja, Guerrero terá que cumprir mais oito meses de suspensão por doping e com isso só volta a campo em 2019. A defesa alegou que houve contaminação em chá tomado na concentração do Peru.

O atacante já cumpriu seis meses de punição, ou seja, ficará mais oito meses longe dos gramados.

Como não cabe recurso à decisão da CAS, que é a última instância desportiva no planeta, o centroavante está fora da Copa e também não poderá jogar pelo Fla. Três dias depois, o peruano entrou em campo pelo Flamengo contra o Internacional pelo Campeonato Brasileiro. Também em consequência da pena, Guerrero não deve jogar mais pelo Flamengo.

De acordo com o tribunal, o castigo agora aplicado a Guerrero é "apropriado" para o "nível de culpa" do avançado, que deveria capitanear o Peru no seu regresso 36 anos depois a um Mundial. O contrato com o Flamengo acaba no dia 10 de agosto.

O jogador Paolo Guerrero está fora da Copa do Mundo de 2018.

Com o aumento da pena de 6 para 14 meses, Guerrero não poderá jogar a Copa do Mundo. Ele havia sido flagrado durante partida da seleção peruana contra a Argentina, nas eliminatórias do Mundial da Rússia.

Em nota oficial, o TAS relata que acredita que Paolo Guerrero tenha feito a ingestão da substância através do chá de coca e afirma que a punição se dá pela negligência do peruano. Neste domingo, após marcar um gol na derrota por 3 a 2 para a Chapeconese, Guerrero reiterou sua inocência e disse que confiava na Justiça.

Nesta segunda-feira, antes da comunicação do escritório de advocacia, Guerrero posou para fotos de divulgação da seleção peruana para a Copa do Mundo.

Artigos relacionados