Bebê de seis meses atingido por bala perdida passará por cirurgia

Bebê de seis meses atingido por bala perdida passará por cirurgia

A Polícia Militar informou que não houve confronto com criminosos na região e que não há outros relatos de troca de tiros.

Em nota, a direção da instituição se manifestou: O Colégio São Vicente de Paulo, instituição escolar com 59 anos de compromisso com a construção de uma sociedade solidária, foi abruptamente inserido no mapa da violência que assola o Estado do Rio de Janeiro, quando vê ocorrer em suas dependências uma situação de bala perdida, atingindo um bebê no colo da mãe, que aguardava seu outro filho terminar a atividade esportiva que frequenta. Caique está internado no Centro Pediátrico da Lagoa.

No final da noite desta segunda-feira, o bebê foi transferido para o Centro Pediátrico da Lagoa.

A polícia esteve no colégio e no hospital para colher depoimentos. As informações são do Estado de São Paulo.

Na mesma nota, o colégio expressou “profunda tristeza” com a ocorrência.

Na nota pública, pediu que a população não se deixe levar pelo "desespero e pela falta de esperança" gerados pela violência.

Segundo dados do aplicativo Fogo Cruzado, com o caso do bebê baleado no Cosme Velho, subiu para 15 o número de crianças atingidas por balas perdidas na Região Metropolitana do Rio apenas neste ano. Conforme esses números, entre 1º de janeiro e às 11h desta terça-feira, foram registrados 3.269 tiroteios ou disparos de armas de fogo - uma média de 24,2 por dia.

Na tarde de segunda-feira, uma bala perdida atingiu um apartamento de um prédio que fica na Praia de Botafogo, na zona sul.

A reportagem presenciou disparos feitos por um segurança contra um suspeito numa motocicleta, por volta das 14h de segunda-feira e é possível que um deles tenha atingido a janela.

Artigos relacionados