Uber entra no mercado de aluguel de bicicletas comprando a JUMP Bikes

Uber entra no mercado de aluguel de bicicletas comprando a JUMP Bikes

A Jump é uma empresa que oferece serviços de bicicletas compartilhadas sem estações, um modelo que tem ganhado força em vários países do mundo como o Brasil.

A Uber, com o serviço Uber Bike, tem vindo a testar desde o início do ano o serviço de partilha de bicicletas em São Francisco, nos EUA, com recurso à também norte-americana Jump [que opera na área da partilha de bicicletas eléctricas].

Com sede em Nova York, a JUMP começou em 2010 como Social Bicycles, avançando nos últimos 8 anos da venda de bicicletas até a operação de suas próprias frotas.

O acordo avança no objetivo do Uber de oferecer "a maneira mais rápida e acessível de chegar onde você quer, seja em um Uber, em uma bicicleta, no metrô ou mais que isso", disse o presidente-executivo do Uber, Dara Khosrowshahi.

As empresas não divulgaram os termos do acordo. A companhia possui mais de 250 bicicletas em São Francisco e Washington. As bicicletas são desbloqueadas e bloqueadas usando um aplicativo de smartphone.

A Jump trabalha com o aluguel de bicicletas a um custo básico de US$ 2 por 30 minutos de uso, o que pode ser especialmente interessante para deslocamentos de curta distância em locais planos.

Como parte da compra, os funcionários da Jump vão integrar a equipa da Uber, mas a empresa de partilha de bicicletas vai continuar a ser independente, esclareceu o CEO da Jump, Ryan Rzepecki, citado na TechCrunch.

Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters.

Artigos relacionados