Roma consegue milagre e elimina o Barça da Champions; Liverpool também passa

Roma consegue milagre e elimina o Barça da Champions; Liverpool também passa

Os italianos precisavam de uma vitória por 3 a 0 sobre o Barcelona. Nesta terça, a favor.

A energia vinda das arquibancadas do Estádio Olímpico contagiou o time da Roma logo no início da partida. Uma virada espetacular e, acima de tudo, justa. Ninguém acreditava que pudéssemos chegar até aqui e conseguimos.

Roma x Barcelona se enfrentam nesta terça-feira (10), às 15h45 (horário de Brasília), no Estádio Olímpico de Roma, na Itália, pela partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões. Ao Barça só resta lamentar um dia em que nada deu certo. O time espanhol conseguiu vencer por 4 a 1 na ida, no Camp Nou, mas viu a Roma fazer uma das maiores remontadas da história da competição e fazer 3 a 0 nos comandados de Ernesto Valverde. O Barcelona, irreconhecível, só finalizou duas vezes no gol durante os 90 minutos. Mesmo assim sem levar perigo. E logo aos seis minutos mostraram que não era só conversa: lançado por De Rossi, Dzeko bateu Ter Stegen. Dzeko foi derrubado por Piqué na área aos 13 minutos e De Rossi converteu o pênalti. E fez explodir o Estádio Olímpico com uma bela cabeçada de Manolas nos minutos finais.

"Não pudemos fazer nosso jogo". Sendo apenas um fora de casa. Em cobrança de escanteio fechada de Florenzi, Manolas puxou a marcação no primeiro pau e cabeceou cruzado, no canto oposto do goleiro do Barcelona para garantir a épica ida da Roma à semifinal da Liga dos Campeões. A primeira foi na temporada 1983/84. Na ocasião, a equipe perdeu a final para o Liverpool, principal potência europeia da época.

Para ajudar a causa italiana, o Barcelona, que teve atuação irreconhecível, incapaz de trocar passes com a habitual categoria, acabou ajudando os romanos ao preferir tentar segurar a vantagem do que partir para o ataque em busca de um gol que lhe desse tranquilidade. "A Roma jogou melhor".

Artigos relacionados