Rebelião termina sete feridos e cinco mortos

Rebelião termina sete feridos e cinco mortos

Eles começaram a depredar parte das celas do bloco carcerário, além de queimar colchões e subir no telhado.

Presos fazem desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (16) uma rebelião no Centro de Recuperação Regional de Bragança (CRRB), no nordeste do Pará.

A Susipe informou nesta segunda-feira que o detento encontrado morto, no início da manhã de ontem (15), nas imediações da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), foi identificado e que sua morte não tem qualquer relação com a tentativa de resgate de presos no Centro de Recuperação Penitenciária do Pará III, ocorrida no último dia 10 de abril.

A rebelião teve início por volta das 06h15, durante a entrega do café da manhã.

Um dos presos da cela de seguro, habitada por acusados de crimes sexuais, chegou a ser feito refém por outros detentos, mas já foi liberado.

Agentes penitenciários não foram feitos reféns.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326. Segundo o órgão, uma equipe da Companhia de Operações Especiais (COE) da PM decolou em uma aeronave do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) da base de Belém, por volta das 09h15, até Bragança para ajudar nas negociações. Outros sete ficaram feridos e são atendidos na unidade prisional por uma equipe do SAMU. Os motivos teriam sido a superlotação do presídio e a demora das audiências com a Justiça -a unidade opera com 315 detentos, mas a capacidade é para 122.

Artigos relacionados