Praticante de parapente morre na Praia do Meco

Praticante de parapente morre na Praia do Meco

Segundo o responsável pela capitania de Setúbal, a vítima mortal é um homem, de 45 anos, que foi resgatado em paragem cardiorrespiratória e que ainda foi sujeito a manobras de reanimação, mas não sobreviveu.

Em declarações à SIC Notícias, o comandante do porto de Setúbal, Luís Lavrador, explicou que o helicóptero da força aérea conseguiu "avistar uma rede pertencente ao parapente e muito provavelmente um ou mesmo os dois corpos".

Prontamente foi ativada uma embarcação da Polícia Marítima e uma embarcação do Instituto de Socorros a Náufragos, bem como uma moto4 com nadadores-salvadores, que se deslocaram para o local.

Um praticante de parapente morreu na zona da praia do Meco, em Sesimbra, depois de estar "em dificuldades" com mais dois colegas, disse à nossa redação o porta-voz da Marinha.

Na chegada ao local os elementos confirmaram a indicação de que se trata de três cidadãos austríacos que se encontravam a praticar parapente quando um deles caiu no mar.

As três pessoas são de nacionalidade austríaca, segundo indica em comunicado a Autoridade Marítima Nacional.

Os dois desaparecidos são um homem e uma mulher com cerca de 30 anos e foram arrastados pelo mar após uma aterragem acidentada da mulher.

Artigos relacionados