Príncipe Harry e noiva pedem que presentes sejam doações

Príncipe Harry e noiva pedem que presentes sejam doações

A cerimónia do casamento do príncipe Harry - o segundo na linha do trono britânico - e da sua noiva Meghan Markle, realizar-se no próximo dia 19 de maio, no castelo de Windsor, mas antes os sósias finalistas irão voar até Londres para a grande final.

Um comunicado oficial, transmitido pelo Palácio de Kensington nesta segunda-feira (9/4), informou que o casal gostaria de abdicar de quaisquer presentes pomposos. "O governo de Sua Majestade foi consultado sobre a decisão tomada pela casa real".

O casal escolheu, pessoalmente, sete instituições cujas causas eles apoiam, como esporte para mudança social, empoderamento feminino, meio ambiente, HIV e Forças Armadas.

Por isso, líderes como May e Trump não foram convidados.

"Myna Mahila Foundation está muito feliz por fazer parte desta ocasião especial para Meghan e o Príncipe Harry".

De acordo com a CNN, quem também deverá ficar de fora da lista de convidados será Barack e Michelle Obama. Em 2011, também fizeram uma fragrância para o casamento do príncipe William e Kate Middleton, chamado Wedding Bouquet.

"O príncipe Harry e Meghan Markle são incrivelmente gratos pela boa vontade demonstrada a eles desde o anúncio de seu noivado e estão ansiosos para que o máximo de pessoas possível se beneficie dessa generosidade".

"O próximo casamento real está marcado para ser a data mais quente do calendário e, com a febre dos casamentos a aumentar em todo o mundo, queremos que pessoas de toda a Europa se envolvam".

Artigos relacionados