MST bloqueia rodovias em protestos contra prisão de Lula

MST bloqueia rodovias em protestos contra prisão de Lula

Segundo o movimento, "um homem ainda não identificado furou um bloqueio e atirou com arma de fogo" contra a trabalhadora, que, atingida na coxa esquerda, próximo ao joelho, foi encaminhada, imediatamente, ao Hospital de Trauma Humberto Lucena, na capital do Estado, João Pessoa. "A prisão de Lula é a coroação do golpe pelo judiciário".

Em comunicado, o movimento afirmou que o protesto seguia de forma pacífica quando o disparo foi dado em direção à vítima Lindinalva Pereira de Lima Filha.

Militante do MST da Paraíba levou um tiro durante manifestação na BR-101. Segundo o MST, o fechamento é um protesto contra a decretação da prisão de Lula que consideram "arbitrária".

Integrantes do Movimento Sem Terra, na Paraíba, bloquearam trechos da BR 230, na manhã desta sexta-feira (06).

Está previsto ainda o deslocamento de um grupo para o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde ocorre uma vigília de apoio a Lula. No estado de São Paulo, a BR-153 foi bloqueada por manifestantes, na região de Promissão. Vamos continuar mobilizados até que se revogue a prisão dele.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) orientou seus apoiadores a não hostilizarem a Justiça durante o julgamento de seu pedido de habeas corpus para evitar a ideia de pressão externa sobre o Supremo Tribunal Federal (STF).

Moro também proibiu o uso de algemas em Lula. Lula tem até as 17 horas desta sexta-feira para se entregar espontaneamente na Polícia Federal, em Curitiba.

Artigos relacionados