Google vai remover extensões do Chrome feitas para mineração de criptomoedas

Google vai remover extensões do Chrome feitas para mineração de criptomoedas

De acordo com o artigo publicado pela Coindesk, agência de notícias especializada no universo cripto, o Google proibiu extensões de navegadores de mineração de criptomoedas da loja do Google Chrome.

A empresa multinacional de serviços online dos Estados Unidos, anunciou nesta última segunda-feira dizendo que em julho começará a remover as extensões existentes que facilitam a mineração de criptomoedas.

Anteriormente, o Google permitia extensões de mineração no Chrome, desde que elas se dedicassem exclusivamente à mineração e informassem nitidamente aos seus usuários sua finalidade. A verdade é que, segundo a Google, 90% das extensões que continham esses scripts não cumpriam essas regras e foram rejeitadas ou removidas. Entretanto, outras extensões relacionadas a Blockchain ainda são permitidas.

Publicações no fórum do The Chromium Projects, uma iniciativa de código aberto criada pela Google para fornecer código-fonte para o Chrome, mostram que os desenvolvedores estão preocupados com as extensões de mineração desde o último outono.

Em um post de blog, James Wagner, gerente de produto da plataforma de extensões, disse que o movimento foi em resposta à análise de "cryptojacking" presente em extensões.

Não é a primeira medida tomada pelo Google com o objetivo de parar o crescimento dos scripts de mineração de criptomoedas. Sites do governo do Reino Unido também foram explorados por malware de mineração na mesma época.

Artigos relacionados