Faltando dois meses para a Copa, Japão anuncia troca de treinador

Faltando dois meses para a Copa, Japão anuncia troca de treinador

O mundo do futebol japonês foi pego de surpresa com a notícia relâmpago da demissão do técnico Vahid Halilhodžić (65). Apesar dos bons resultados, o treinador Bósnio vinha tendo problemas nos bastidores da seleção Samurai, para o seu lugar a entidade escolheu Akira Nishino, diretor técnico desde 2016. A seleção Nipon está no grupo H do Mundial, juntamente com Colômbia, Polônia e Senegal. Já que estamos a pouco mais de dois meses para o Mundial - disse.

O técnico comandou o Japão durante quase três anos, desde a sua chegada ao país em março de 2015.

- Ele é a pessoa mais adequada para assumir a seleção. Foram 38 partidas, com 21 vitórias, nove empates e oito derrotas. "Depois dos jogos contra o Mali e a Ucrânia, a relação de confiança entre os treinadores e os jogadores diluiu-se", sublinhou, em conferência de imprensa Kozo Tashima, presidente da Federação japonesa de Futebol.

Artigos relacionados