Fábio Coentrão fora da lista de convocados do Sporting

Fábio Coentrão fora da lista de convocados do Sporting

"É verdade que tivemos uma semana turbulenta, complicada, mas nós tivemos a consciência - jogadores, treinador e equipa técnica -, que temos uma função: trabalhar em nome de um emblema que se chama Sporting CP". Depois do segundo golo a equipa começou a soltar-se mais, não é só a fadiga física, é também mental. Ninguém os vai derrubar. Eles sabem que é a profissão deles.

"Jogaram contra o Atlético que era uma grande equipa, verdade que perdemos 2x0, mas nós jogámos contra quem? Mas foi importante esta nossa vitória face a tudo o que aconteceu", explicou, relembrando que os leões não tiveram um adversário fácil na Liga Europa, onde surgiu toda a polémica. Contra o Basileia? Tem de se perceber tudo isto. De seguida, os jogadores deram uma volta ao relvado e agradeceram o apoio dos restantes adeptos, com Alvalade ao rubro e, pela primeira vez na noite, em aparente plena comunhão de espírito. "Estamos aqui para defender os interesses do Sporting CP", frisou.

"Nunca tinha passado por uma situação destas".

Em resposta, Bruno de Carvalho partilhou um texto no Facebook, visível para os seus amigos na rede social, em suspendia os jogadores que subscreveram um comunicado e fazia saber que teriam de enfrentar a disciplina do clube. Estive sempre do lado dos jogadores.

Ao longo da noite, houve lenços brancos, muito apoio aos jogadores mas também contestação: a Juve Leo, ao lado do presidente Bruno de Carvalho, desfraldou duas tarjas com a seguinte mensagem: "Jogadores: amar e sentir o clube".

Bruno de Carvalho assistiu ao jogo no banco de suplentes e foi notório que, se a relação entre dirigente e jogadores está longe de ser saudável, a aceitação no seio adeptos também já viveu melhores dias. Só com a polícia em campo é que não jogávamos!

Artigos relacionados