Dono de helicóptero flagrado com cocaína vira diretor da CBF

Dono de helicóptero flagrado com cocaína vira diretor da CBF

Gustavo Henrique Perrella Amaral Costa, filho do ex-presidente do Cruzeiro e senador da República por Minas Gerais, Zezé Perrella (MDB), se tornou diretor de desenvolvimento e projetos da Confederação Brasileira de Futebol. Gustavo é filho de Zezé Perrella, ex-secretário nacional de futebol, e ficou nacionalmente conhecido por ser dono de um helicóptero que foi apreendido em 2016 com quase 500kg de cocaína.

Antes de assumir a diretoria na CBF, o ex-deputado estadual foi Secretário Nacional de Futebol no governo do presidente Michel Temer (MDB).

A entidade só publicou o nome de Gustavo em seu site oficial na noite da última quinta-feira, depois que foi perguntada sobre o assunto.

Em nota ao jornal paulista, a CBF informou que Gustavo Perrella liderou projetos durante seu período no Ministério do Esporte e também destacou seu trabalho como conselheiro vitalício do Cruzeiro, clube no qual exerceu cargos nos departamentos de gestão e de futebol.

Os dois foram investigados, mas inocentados porque não foram encontrados indícios da autoria criminal dos dois no caso. Ele era funcionário do gabinete de Gustavo Perrella na Assembleia de Minas e foi exonerado.

Em um deles, ele é acusado de ter usado cerca de R$15 mil dos cofres públicos para abastecer helicóptero da empresa de sua família. A PF (Polícia Federal) concluiu, após investigações, que Perrella não tinha ligação com a droga.

Artigos relacionados