Despacito é apagado do YouTube por hackers

Despacito é apagado do YouTube por hackers

Em meados de 2017, a música de Luis Fonsi havia desbancado os hits "Gangnam Style" e "See You Again" e se consolidado como o vídeo mais visto da história da plataforma.

Contudo, ainda não se tem informações sobre como os hackers tiveram acesso para excluir os vídeos, cogita-se que possam ter acessado às contas dos responsáveis pelas publicações dos vídeos ou ainda, que tenham conseguido acessar os servidores da Vevo, uma vez que todos os artistas que tiveram suas publicações apagadas utilizaram a plataforma Vevo.

Qual seria o vosso alvo?

O vídeo é o mais visto de sempre do YouTube, com cinco mil milhões de visualizações.

A situação foi normalizada às 9h, quando os vídeos foram disponibilizados novamente.

No lugar da miniatura do videoclipe, foi adicionada uma imagem da série da Netflix La casa de papel, com pessoas mascaradas e armadas.

De acordo com a BBC, o grupo de "hackers" publicou uma mensagem em que exige a libertação da Palestina. Segundo sites internacionais, vídeos de Chris Brown, Shakira, DJ Snake e Taylor Swift também foram alvos dos hackers. "É apenas por diversão, apenas usei o script 'youtube-change-title-video' e escrevi 'hacked'".

O YouTube emitiu uma declaração oficial: "Após notar atividade incomum em uma série de canais da Vevo, nós trabalhamos rapidamente com nossa parceira enquanto eles investigam a questão".

Artigos relacionados