Atrasada, Caixa reduz juros do crédito imobiliário em até 1,25 ponto percentual

Atrasada, Caixa reduz juros do crédito imobiliário em até 1,25 ponto percentual

A Caixa Econômica Federal divulgou nesta segunda-feira (16) que decidiu reduzir os juros para financiamento da casa própria e aumentar o percentual do valor a ser financiado para compra de imóvel usado.

Segundo estimativa da Caixa, com a redução dos juros, o mutuário conseguirá uma economia de aproximadamente R$ 50 mil, em financiamento de R$ 300 mil para ser pago em 25 anos. Já o percentual a ser financiado no caso dos imóveis usados saltou de 50% para 70%, chegando a 80% no caso de imóveis novos. O banco também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

As taxas passaram de 10,25% para 9% ao ano, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 11,25% para 10% para imóveis financiados com recursos do Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). Estão enquadrados no SFH os imóveis residenciais de até R$ 800 mil, para todo país, exceto Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos valores do SFH são enquadrados no SFI.

- Essa medida vai gerar um ciclo virtuoso na economia - disse Souza, acrescentando melhores condições para usados acaba estimulando operações de crédito para imóveis novos.

Ambas as mudanças começam a valer nesta segunda-feira e visam facilitar o acesso à casa própria, de acordo com representantes do banco. "Com a recuperação do mercado de trabalho e melhora da renda, as pessoas poderão se sentir mais confortáveis para investir em imóveis".

Madeira também ressaltou que a medida está em linha com os ciclos de baixa dos juros previstos pelo Banco Central, mas que os reflexos só serão sentidos em alguns meses.

Artigos relacionados