Atlético-MG é derrotado pelo San Lorenzo em estreia na Sul-Americana

Atlético-MG é derrotado pelo San Lorenzo em estreia na Sul-Americana

O Galo estreia na competição no próximo domingo, 15 de abril, às 16h, contra o Vasco, no Rio de Janeiro. Com o capitão Leonardo Silva vetado, por causa de uma lesão na coxa direita, o jovem defensor entrou e deu conta do recado. Ontem, 11, após a derrota para os argentinos, o auxiliar-técnico Thiago Larghi comentou a situação do atacante no clube e explicou o motivo do mesmo ter sido cortado do jogo. Em uma noite apática do Atlético, Bremer conseguiu se salvar. "A gente estava com a posse da bola, mas não estava agredindo, chegando ao terço de ataque e conseguindo finalizar".

O Atlético Mineiro irá estrear no Brasileirão de camisa nova. O time parecia desconcentrado, os jogadores não conseguiam mais segurar a bola e o San Lorenzo passou a encontrar mais espaços. Thiago Larghi mudou a equipe no segundo tempo, até atacou mais do que na etapa inicial, mas foi o San Lorenzo que teve as melhores chances. A equipe brasileira teve uma postura sonolenta e de pouca velocidade na hora de atacar.

O gol da partida foi marcado por Gudiño, aos 38 minutos do primeiro tempo. Porém mesmo em uma fase boa, o time do técnico Claudio Biaggio vem de uma goleada no Nuevo Gasómetro de 5 a 0 contra o Godoy Cruz, segundo colocado do campeonato, o que deixa o Atlético um pouco mais tranquilo em relação à partida.

Quando a bola rolou, os reservas foram para o gramado.

Pensando na vaga direta na próxima Libertadores pelo Campeonato Argentino, o San Lorenzo poupará titulares no duelo. O confronto vale pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Portanto, o Atlético precisa vencer dois gols de diferença para se classificar ou por 1 a 0, para levar a decisão para os pênaltis.

SAN LORENZO: Navarro; Paulo Díaz, Gozanlo Rodríguez, Senesi, Gabriel Rojas; Gudiño, Mercier, Robert Piris, Alexis Castro, Botta (Cavallaro, aos 24'/2ºT); Blandi (Reniero, aos 31'/2ºT).

ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Gustavo Blanco), Elias e Cazares; Luan (Tomás Andrade), Otero (Erik) e Ricardo Oliveira.

Artigos relacionados