Apple Pay é lançado no Brasil em parceria com Itaú Unibanco

Apple Pay é lançado no Brasil em parceria com Itaú Unibanco

O Apple Pay é exclusivo para pagamentos Apple, mas já existem dois serviços rivais que funcionam no Android, sistema operacional do Google. Isso significa que usuários do iPhone SE, iPhone 6 ou modelos mais recentes que tenham também uma conta de cartão de crédito no Itaú poderão usar seus smartphones para pagar suas contas em máquinas de cartão compatíveis. O serviço de pagamentos móveis funciona com iPhone ou Apple Watch em lojas físicas, virtuais e apps ou com iPads e Macbooks em lojas virtuais.

É o primeiro mercado latino-americano que recebe o sistema de pagamento da empresa, lançado em 2015 nos Estados Unidos.

De acordo com dados da consultoria Loup Ventures, o Apple Pay possui atualmente 127 milhões de usuários em todo o mundo. Em ambos os casos, basta aproximar o celular/relógio do terminal e autorizar a transação - com Touch ID/Face ID no iPhone, ou apertando duas vezes um botão no Apple Watch.

Segundo o diretor executivo da área de cartões do Itaú Unibanco, Marcelo Kopel, o objetivo principal da parceria com a Apple é criar uma experiência para clientes, evitando, por exemplo, demora na hora do pagamento.

Conforme relata o periódico, esta negociação de porcentuais poderia ser um dos motivos para a demora da chegada da plataforma ao país. No entanto, dos 90 dias, a empresa deverá anunciar ainda mais parcerias com outras instituições financeiras em todo o país.

Por fim, Kopel esclareceu que, em compras online, o Apple Pay pode ser mais seguro do que usar um cartão de plástico, porque elimina a necessidade de digitar o número do cartão.

A Apple oferece benefícios para clientes Itaú que utilizarem o serviço, a fim de incentivar o uso e aumentar a popularidade do Apple Pay. A Apple garante que não armazena nenhuma informação do cartão do usuário. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Artigos relacionados