Aldo Rebelo deixa PSB e se filia ao Solidariedade

Aldo Rebelo deixa PSB e se filia ao Solidariedade

Na sexta-feira (6) Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e não descarta a ideia a ser candidato à Presidência do Brasil.

Aldo Rebelo no dia em que assinou sua ficha de entrada no PSB, ao lado presidente do partido, Carlos Roberto Siqueira. "Continuarei apoiando a candidatura de Márcio França em S.Paulo e outros projetos regionais do Partido", escreveu Rebelo pelo Twitter.

"Impossibilitado de acompanhar a manifesta inclinação da direção partidária pela candidatura do ilustre ministro Joaquim Barbosa, comunico meu afastamento do PSB".

Embora oficialmente dissidente, Rebelo ainda não está oficialmente desfiliado; numa reversão desse quadro, deve ocupar um espaço importante no quadro eleitoral de São Paulo. Inicialmente, aventava-se a possibilidade de ele ser vice numa eventual chapa encabeçada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já lançou sua pré-candidatura ao Planalto. Até então era votado unicamente pelo eleitor ideológico e programático, sem identificação identitária. Esse fato vai pôr na mesa a questão da candidatura própria e o questionamento do nome do ex-ministro Joaquim Barbosa, que é o pivô da crise na legenda.

É bom lembrar que Aldo Rebelo foi convidado a se filiar ao PSB como alternativa para a disputa presidencial. Muita água ainda vai rolar.

Artigos relacionados