São Paulo oficializa a contratação de Diego Aguirre e mais três auxiliares

São Paulo oficializa a contratação de Diego Aguirre e mais três auxiliares

Em entrevista para o Diário As, da Espanha, na edição do dia 26 de janeiro deste ano, o treinador falou que seria difícil recusar um convite para assumir a posição de treinador do Uruguai.

Após demitir o técnico Dorival Júnior na última sexta-feira (9), depois da derrota no clássico para o Palmeiras por 2 x 0, o São Paulo colocou o técnico André Jardine, do Sub-20, para dirigir o clube na partida contra o Red Bull, pela última rodada do Paulistão.

O São Paulo não vai querer que o treinador venha com uma comissão completa, como aconteceu com Dorival Júnior. O uruguaio fez sete gols atuando ao lado de Ricardo Rocha e Raí, que atualmente são, respectivamente, coordenador e diretor de futebol do Tricolor. Segundo ele, os métodos e características do uruguaio foram alguns dos pontos que pesaram para que o interesse se tornasse realidade. "Confiamos que ele tem o perfil e a metodologia de trabalho que se encaixam com o clube". No caso, o Tricolor vai manter André Jardine, que assume interinamente como técnico neste domingo, contra o Red Bull, como auxiliar. Jardine deve estar à frente da equipe tambám na próxima quarta-feira, contra o CRB, pela Copa do Brasil. A contratação foi uma indicação do conterrâneo Diego Lugano. O vínculo terá duração até o fim de dezembro.

Nascido em Montevidéu, Diego Vicente Aguirre Camblor, de 52 anos, iniciou a carreira de técnico em 2002.

90 MINUTOSSob comando interino de André Jardine, o São Paulo teve novidades. Aguirre pediu para ver o Tréllez junto com o Diego Souza, que com certeza ele deve pensar em usar.

Nas quartas de final da competição, o Tricolor encara o São Caetano em dois jogos. Na sequência, comandará seu primeiro treino no novo trabalho. Essa também não é a primeira vez que o São Paulo cogita contratar Aguirre. Diego Aguirre assumiu a equipe em 2016 e teve um grande legado, sendo inclusive algoz do Flamengo na Libertadores de 2017, eliminando os cariocas na fase de grupos com uma vitória de virada no último lance do jogo. Assim, a torcida que ficou marcada no ano passado pelo apoio incondicional, perdeu a paciência.

Artigos relacionados