Militares reforçam patrulhamento ostensivo na Vila Kennedy

Militares reforçam patrulhamento ostensivo na Vila Kennedy

Uma equipe do BAC (Batalhão de Operações com Cães) fazia patrulhamento em área de mata da comunidade, na divisa com Senador Camará, quando foi abordada por homens armados, que efetuaram disparos, segundo a Polícia Militar. Os agentes entraram em contato com o comandante e solicitado apoio do blindado do 14º Batalhão da Polícia Militar para prestar socorro ao homem ferido, mas ele não resistiu aos ferimentos. A ocorrência foi encaminhada para a 34ª DP (Bangu).

Foram apreendidos na ação 41 trouxinhas de maconha, um tablete de maconha de 100g; um calibre 12; munição de calibre 12; e um rádio transmissor.

Ainda neste domingo, militares identificaram novos obstáculos feitos por criminosos nas vias de acesso à comunidade. A atuação das Forças Armadas na Vila Kennedy tem sido uma espécie de laboratório da intervenção. Na nova fase da operação, cerca de 300 militares participam diariamente de uma escala de patrulhamento, que ocorre simultaneamente ao realizado pela Polícia Militar. "No período noturno, a atribuição caberá exclusivamente aos policiais militares", de acordo com CML.

Uma ação da Prefeitura do Rio na favela Vila Kennedy, na zona oeste, destruiu quiosques de comerciantes e provocou a revolta de moradores, na manhã desta sexta-feira (9). "O prefeito determinou o afastamento imediato dos funcionários envolvidos e o cadastramento dos comerciantes para imediata realocação", informou a nota.

Artigos relacionados