Freira que estava na Justiça contra Katy Perry morre no tribunal

Freira que estava na Justiça contra Katy Perry morre no tribunal

Katy ainda perguntou se Gretchen morava no Rio de Janeiro, mas logo descobriu que a brasileira vive em Mônaco, no sul da França.

"Quero muito por a minha casa aqui no Brasil à disposição dela, em Recife. Vamos juntas para a praia pegar um bronze e depois dançar um frevo".

No vídeo, Katy entrega mais uma vez que vai chamar Gretchen para subir com ela no palco nos shows do Brasil e ainda revela que pode vir ao Brasil com um cabelo diferente. "Mal posso esperar, eu vou dar um jeito", prometeu Katy Perry. Durante a chamada, Gretchen agradeceu: "É uma honra conversar com você".

Na reportagem, feita pela repórter Ana Carolina Raimundi, em Los Angels, a dona dos hits Roar e Dark Horse falará sobre a turnê Witness - que chega ao Brasil na próxima semana, veja as datas dos shows abaixo - e a parceria com a Rainha do Bumbum, que estrelou o lyric video da música Swish Swish. Foi incrível participar do seu vídeo.

Uma freira que brigava na Justiça com Katy Perry, em um caso envolvendo a venda de um convento em Los Angeles, morreu na sexta-feira (9) após sofrer um colapso no tribunal, informou a agência Associated Press.

Ela era membro de uma ordem de freiras idosas, que tentavam impedir a venda para a cantora do antigo convento católico no bairro de Los Feliz da cidade na Califórnia.

Perry ofereceu US$ 14,5 milhões (sendo US$ 10 milhões em dinheiro) para comprar a propriedade de 3 hectares (30 mil metros quadrados) e usá-la como residência particular. O médico legista do condado de Los Angeles e a Arquidiocese de Los Angeles também não responderam a perguntas sobre a causa da morte de Holzman.

Catherine compareceu ao tribunal para contestar a decisão que favorecia a cantora americana. "Você não está fazendo nada além de ferir muitas pessoas".

Artigos relacionados