FIFA quer criar Liga Mundial Feminina a partir de 2020

FIFA quer criar Liga Mundial Feminina a partir de 2020

O sistema começou a ser testado pela Fifa em setembro de 2016, com partidas na sede da entidade.

A Copa do Brasil será a primeira competição a testar a tecnologia no País. Itália, Alemanha e Portugal. A única grande liga que não pretende contar com o auxílio é a Inglaterra.

- Não podemos deixar 50% da população fora do campo, isso não é certo - disse Infantino no ano passado, quando lançou a ideia durante o Congresso da Fifa no Bahrein.

"No Mundial, são tomadas algumas decisões muito importantes", frisou Infantino, para destacar as "ferramentas" que o organismo que gere o futebol mundial quer dar aos árbitros para que tomem "melhores decisões".

O árbitro de vídeo (VAR) estará na Copa do Mundo.

"Após fazer a análise de mil jogos, a perda de tempo em média é de um minuto com o VAR. Em relação aos laterais cobrados, a cada jogo, se perde sete minutos".

"Tiveram situações contundentes. Sem o VAR, o árbitro comete um erro importante a cada três jogos".

Vale destacar que o VAR não será usado para qualquer situação. Com o VAR, o árbitro comete um erro a cada 19 jogos. "Uma decisão do VAR muda um jogo", explicou o dirigente para aprovar a decisão. "Apenas uma pessoa não sabe, que é o árbitro", completou. Para o Campeonato Brasileiro, os clubes e a CBF não chegaram a um acordo sobre o pagamento e o custo de implantação e uso da tecnologia.

Artigos relacionados