Chefe da diplomacia norte-coreana se reúne com primeiro-ministro sueco

Chefe da diplomacia norte-coreana se reúne com primeiro-ministro sueco

A relação entre os dois estados não é de hoje, sendo a Suécia um dos poucos países ocidentais com representação diplomática em Pyongyang e é também o país que tem mediado conversações entre a Coreia do Norte e os EUA nos últimos anos.

"Tiveram uma reunião. Não podemos dizer nada sobre seu conteúdo", afirmou à AFP o porta-voz de Löfven, Jonatan Holst.

Ele jantou com sua colega sueca, Margot Wallström, antes de retornar à embaixada norte-coreana sem fazer declarações.

Trump e Moon "concordaram que as ações concretas, e não as palavras, serão a chave para alcançar a desnuclearização permanente da península coreana, e o presidente Trump reiterou sua intenção de se encontrar com o líder norte-coreano Kim Jong-un no final de maio".

Oficialmente, as consultas devem terminar nesta sexta-feira, mas de acordo com a imprensa sueca o ministro norte-coreano permanecerá na Suécia até domingo.

A crise envolvendo a Coreia do Norte deu um giro espetacular na semana passada, após meses de provocações e insultos entre Washington e Pyongyang, quando Kim Jong Un disse a emissários sul-coreanos estar pronto para um encontro Donald Trump para discutir uma eventual eliminação das armas nucleares da Península coreana.

Artigos relacionados