"Wendel ainda vai ter muita dificuldade para apanhar o comboio" — Jorge Jesus

A transferência de Wendel deu muito que falar, devido à associação com PSG e FC Porto, mas Jorge Jesus não vai em ilusões: o jogador tem muito para trabalhar e crescer.

Contudo, o técnico 'leonino' reconheceu que o desafio vai ser "difícil e tem consciência das dificuldades que irão aparecer", deixando uma promessa: "a responsabilidade é a mesma". Para Jorge Jesus, a natureza da competição não permite descurar qualquer pormenor frente à equipa de Almada, nos quartos de final da Taça de Portugal. "Queremos passar esta eliminatória e vamos fazer de tudo para o conseguir".

Caso confirmem o favoritismo que lhes é atribuído, as equipas treinadas por Jorge Jesus e Sérgio Conceição medirão forças por três vezes em pouco mais de um mês: 24 de janeiro, para a Taça da Liga, 28 de fevereiro, na primeira mão da Taça de Portugal e 04 de março, num embate decisivo para o campeonato. Será um clube que nunca esquecerei. A Juventus, de acordo com notícias provenientes de Itália, está atenta ao lateral-direito, que falhará o jogo com o Cova da Piedade, para a Taça de Portugal, devido a lesão.

"O Wendel claro que não pode jogar, não tem condições burocráticas para jogar e desportivas muito menos, pelos menos comigo. Ia criar confusão. Foi bem mudado, em defesa da qualidade e dos adeptos" referiu. Ele vem de lá e é exatamente isto: "ainda vai ter muita dificuldade para acompanhar o plantel", afirmou o treinador. Tem muito que aprender taticamente.

Em relação a uma das três aquisições para a segunda metade da época, Jesus sublinhou que o médio Wendel contratado ao Fluminense, do Brasil ainda vai demorar muito a entrar na equipa.

"Piccini tem conquistado o seu espaço e tenho total confiança nele".

"Ele está em fase de adaptação, tem 20 anos e precisa aprender muito". Não há muitos jogadores com essas características.

Artigos relacionados