Philippe Coutinho assina contrato até 2023 e é apresentado pelo Barcelona

Philippe Coutinho assina contrato até 2023 e é apresentado pelo Barcelona

Mais um brasileiro protagoniza uma das contratações mais caras da história do futebol, realizada entre clubes europeus. Segundo o treinador, em carta divulgada no site dos Reds, o brasileiro estava 'desesperado' para negociar com o clube espanhol.

Esta segunda-feira, o Barcelona formalizou a transferência de Philippe Coutinho, com uma apresentação em Camp Nou. Por ser o clube que formou o jogador, o Cruz-Maltino tem direito a 2,5% dos R$ 622 milhões pelo mecanismo de solidariedade da Fifa. Assim, a transação renderá até RS 15,8 milhões ao Vasco da Gama. Mas a porcentagem varia de acordo com o tempo em que o atleta ficou no clube, considerando dos 12 aos 23 anos.

Amigos há cerca de 10 anos, Neymar e Coutinho se conheceram nas seleções de base do Brasil, mais precisamente em 2008, com a seleção sub-16. O jogador revelado no Vasco e negociado com a Internazionale ainda aos 18 anos, já atuou na cidade pelo Espanyol, em 2012. O reforço deve ocupar no plantel, curiosamente, o espaço de Neymar, vendido ao Paris Saint-Germain no meio de 2017 por aproximadamente R$ 840 milhões. Mas a quantia não chegará toda de uma só vez, em função do formato de negócio estipulado entre Barcelona e Liverpool.

Sendo assim, o Vasco receberá 3,2 milhões de euros (R$ 12,4 milhões) em até 30 dias após o registro de Coutinho pelo Barcelona, com o restante chegando quando Coutinho atingir as metas estipuladas - e o clube catalão pagar ao Liverpool. Os os outros 33 milhões serão depositados a partir de uma série de variáveis.

Artigos relacionados