Mercado agora espera crescimento da economia um pouco maior em 2018

Mercado agora espera crescimento da economia um pouco maior em 2018

O Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, dia 15, pelo Banco Central (BC), mostrou que a projeção para a cotação da moeda americana no fim de 2018 passou de R$ 3,34 para R$ 3,35.

Entre os cinco economistas que mais acertam em suas projeções - o chamado "top 5" - a mediana das projeções no cenário de curto prazo apontou para uma inflação de 3,90% neste ano, ante estimativas de 3,75% uma semana atrás. Segundo o Boletim Focus, a Taxa Selic esperada para o próximo ano é de 8%. Para 2019, a conta dos economistas consultados é de 4,25 por cento, sendo que nesse caso o objetivo é de 4,25 por cento, com margem também de 1,5 ponto.

As previsões para o crescimento do Produto Interno Bruto aumentaram para 2018 aumentou em 0,01%, saindo de 2,69% para 2,70 pontos percentuais. Do lado da taxa de câmbio, as projeções para este ano se mantiveram em R$ 3,40, enquanto para o ano seguinte houve um leve recuo de R$ 3,30 para R$ 3,29. A estimativa para o dólar no fim do ano subiu de R$ 3,34 para R$ 3,35, mas se manteve em R$ 3,40 para o fim de 2019. Em 2017, a inflação ficou em 2,95%, abaixo do piso da meta, o que fez o presidente do Banco Central escrever uma carta pública ao ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, Henrique Meirelles, para explicar os motivos para a variação fora da previsão.

A aposta para o saldo da balança comercial no ano corrente ficou em US$ 53 bilhões.

A previsão para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2018 e 2019, continua em US$ 80 bilhões.

Artigos relacionados