Mais família e menos empresa — Facebook anuncia

Mais família e menos empresa — Facebook anuncia

"Achamos que a interação entre as pessoas é mais importante do que o consumo passivo de conteúdos", insiste Hegeman, acrescentando que se trata de "uma das atualizações mais importantes" que o Facebook já fez.

Em outubro do ano passado, o Facebook começou a testar em países como Guatemala e Eslováquia um feed de notícias que exibe mais conteúdo de amigos e familiares do que publicações de páginas de marcas, mídia e afins.

A medida, conforme Mark explicou em um post na sua rede social, visa proporcionar "mais oportunidades de interagir com as pessoas com as quais elas mais se importam". Através do machine-learning, isto é, da capacidade de o próprio computador aprender novas capacidades, sem a necessidade de ser especificamente programado por um ser-humano, os algoritmos da rede social destacam e arrumam numa nova secção os conteúdos produzidos por fontes com parcerias aprovadas pelo departamento liderado pelo antigo pivot da NBC Campbell Brown. "É por isso que colocamos sempre os amigos e familiares no centro da experiência", argumenta. Segundo ele, usuários reclamaram nos últimos meses que postagens empresariais estavam "invadindo" um conteúdo mais pessoal.

"Recentemente, temos recebido comentários da nossa comunidade [de utilizadores] de que o conteúdo público, 'posts' de empresas, marcas e meios de comunicação, está a excluir os momentos pessoais que nos levam a conectarmo-nos mais com os outros", afirmou, numa publicação no seu perfil oficial no Facebook. A mudança também dá menos espaço para publicações de páginas de empresas. Zuckerberg, disse que esse não será mais o objetivo. Podemos nos sentir mais conectados e menos sozinhos, e isso está ligado a felicidade e saúde no longo prazo. "Por outro lado, ler artigos ou assistir a vídeos passivamente - mesmo que divertidos ou informativos - pode não ser tão bom". O Facebook tem sido acusado de permitir a proliferação de informações falsas ou incorretas.

Em setembro de 2017, o Facebook publicou que tem mais de 1 370 milhões de perfis ativos diários, de um total de 2 070 milhões que o fazem pelo menos uma vez por mês.

Artigos relacionados