Fantasia de 'negão do Whatsapp' na festa da firma causa demissão

Fantasia de 'negão do Whatsapp' na festa da firma causa demissão

A festa foi realizada em dezembro, na sede nacional da Salesforce, empresa de software com foco em gestão e relacionamento com o cliente, que tem em seu rol de clientes nomes como iFood e Embraere. A votação aconteceu entre os 250 participantes da festa.

Um funcionário da área de vendas achou que seria uma boa ideia ir vestido como um meme conhecido por internautas como "Negão do WhatsApp". Vestiu camisa azul, colocou uma toalha no ombro, chapéu rosa e improvisou uma prótese para imitar o pênis do personagem.

Ficou em quarto lugar no concurso de fantasias e foi parar no centro de uma foto, ao lado do diretor comercial e de outras dez pessoas, todas se divertindo.

As versões sobre o impacto da imagem divergem.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, pessoas próximas ao caso consideraram a punição exagerada e contraditória com o discurso da empresa, de defesa da diversidade.

A matriz acabou demitindo o funcionário, o diretor e o presidente.

As negociações não surtiram efeito. Então, além do funcionário e do diretor, o presidente também foi demitido. "Outros dois funcionários, fantasiados como personagens principais do filme 'As Branquelas' - em que dois policiais negros se travestem de patricinhas brancas -, foram suspensos pela empresa até segunda análise".

A Saleforce confirmou a demissão dos funcionários, mas por protocolo interno, não iria comentar a decisão.

Artigos relacionados