Falso alerta de míssil balístico gera onda de pânico no Havai

Falso alerta de míssil balístico gera onda de pânico no Havai

De acordo com o Washington Post, pelas 8h começaram a ser recebidas mensagens de telemóvel com um aviso: "Ameaça de míssil balístico em direcção ao Havai".

Apesar do susto, segundo o G1, a Agência de Gerenciamento de Emergências do Havaí esclareceu que tudo não passa de um alarme falso. Vídeos mostraram momentos de temor pelo estado no início da manhã (hora local), quando houve o aviso. Procure abrigo de imediato. "CONFIRMEI COM FUNCIONÁRIOS", tuitou a deputada.

O responsável do Serviço de Protecção Civil, Vern Miyagi, informou que está a ser averiguado como pôde ser emitido um alerta falso desta gravidade. Na CNN, Gabbard disse que o erro poderia "provocar caos".

- Uma comunicação do tipo (de retificação) precisa ser dada com antecedência - criticou ainda o deputado estadual Matt LoPresti, citando o temor da população. "Nos escondemos imediatamente. Eu estava com meus filhos rezando".

Em Honolulu, capital do estado, placas ressaltaram a comunicação equivocada para chamar a atenção de possíveis desavisados. O Havai é o estado norte-americano geograficamente mais próximo do território norte-coreano.

As mídias sociais foram à loucura neste sábado, após imagens de alertas de emergência sobre uma "ameaça de míssil balístico a caminho do Havaí" começarem a circular.

O incidente acontece num contexto de tensão entre os EUA e a Coreia do Norte, que vem prosseguindo o seu programa de desenvolvimento de mísseis balísticos.

Artigos relacionados