E se Jesus pudesse escolher um jogador do Benfica?

E se Jesus pudesse escolher um jogador do Benfica?

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, defende a descida de divisão do Benfica devido ao polémico caso dos emails, onde têm sido reveladas conversas entre dirigentes das Águias e vários responsáveis de clubes e da arbitragem.

"Por vontade do presidente do Sporting, desciam de divisão o Benfica, o FC Porto, o Sp. Braga e o V. Guimarães, que são as equipas que têm ficado à frente do Sporting nos últimos anos".

Enquanto a aspiração de o Sporting se sagrar campeão, 15 anos depois da última conquista, não será muito afetada em caso de derrota, os anfitriões ficarão em situação delicada caso saiam derrotados, desde logo pelo facto de isso acontecer no seu próprio estádio.

"Tem essa vantagem", afirmou Jorge Jesus, em conferência de imprensa, quando questionado sobre a contestação a Rui Vitória, ainda que sem desvendar se vai cumprimentar o técnico dos encarnados.

"Faz parte do jogo, da competição". O conteúdo do jogo, não são os treinadores - se vão cumprimentar-se ou não - mas sim as táticas e tudo à volta disso. "Vou ter respeito pelo adversário e o meu colega dentro de campo".

"Espero vencer na Luz".

As saídas 'milionárias' de três jogadores influentes do setor defensivo - o guarda-redes Ederson, o central Lindelof e o lateral direito Nélson Semedo - podem ter contribuído para a eliminação prematura na Liga dos Campeões, na Taça de Portugal e na Taça da Liga, mas, no campeonato, a defesa do Benfica tem-se revelado suficiente. "Amanhã [quarta-feira] é o desempate". "Aquilo que eu sei é que eu não mando emails para ninguém e ninguém manda emails para mim", concluiu.

Sobre o clima de crispação que se vive no futebol português, JJ diz que o importante "são os jogadores e treinadores criativos".

O Sporting defronta, na quarta-feira no Estádio da Luz, o Benfica a partir das 21.30 horas.

Artigos relacionados