Condenado por morte de casal Richthofen, Daniel Cravinhos sai da prisão

Condenado por morte de casal Richthofen, Daniel Cravinhos sai da prisão

Ele foi beneficiado pela concessão do regime aberto e vai cumprir o restante da pena em liberdade.

Depois de ter sido condenado a 39 anos pela morte dos pais de Suzane von Richthofen, Daniel Cravinhos deixou a penitenciária em Tremembé, interior de São Paulo, nesta terça-feira (16). Casada com Daniel desde 2014, Alyne é filha de uma agente penitenciária e foi apresentada ao marido por um irmão que também estava preso, suspeito de roubo.

Em 2006, Cravinhos foi condenado pelo assassinado do casal von Richthofen - junto com o irmãi, Christian e Suzane.

Suzane segue presa em Tremembé e também pleiteia o benefício do regime aberto. No modelo, eles tinham direito a cinco saídas temporárias por ano.

Ele cumpriu 16 anos de prisão, tendo sido abatido dois por conta de trabalhos realizados na prisão.

Daniel era namorado de Susane von Richthofen na ocasião, e ambos planejaram juntos o assassinato bárbaro dos pais.

A advogada dele, Mônica Silva, foi procurada pelo G1 e confirmou apenas que o cliente deixou a prisão. Suzane continua cumprindo pena na Penitenciária de Tremembé.

Artigos relacionados