CGU aponta fraudes em quase 350 mil cadastros do Bolsa Família

CGU aponta fraudes em quase 350 mil cadastros do Bolsa Família

A assessora especial da coordenação estadual do programa Bolsa Família em Alagoas, Kaliny Keyse, explica que, caso a família não atualize os dados cadastrais, o benefício é suspenso.

Cancelamento - A auditoria feita pela CGU identificou "indícios de inconsistência cadastral" nos dados sobre mais de 2,5 milhões de famílias que recebiam o benefício do Programa Bolsa Família. O número representa 2,5% do total de beneficiados com o programa em todo país que hoje chega a 13,9 milhões de pessoas. Foram comparadas as rendas registradas em outras bases de dados oficiais com aquelas declaradas no Cadastro Único.

Uma auditoria realizada pela Controladoria-geral da União (CGU) nos benefícios do Bolsa Família mostrou fraude em cerca de 350 mil cadastros.

O órgão informou ainda que, sendo comprovadas as irregularidades, quem recebeu o valor indevidamente terá que devolver o dinheiro ao governo e vai responder processo administrativo, além de não poder retornar ao programa Bolsa Família pelo prazo de um ano.

A maior parte das famílias - 296.940 - tem renda subdeclarada entre meio e um salário mínimo ou um e um salário e meio - 34.876.

"Até novembro de 2017, das 8.725 famílias que precisavam fazer o recadastro em Maceió, 4.863 famílias fizeram o recadastramento".

"O Ministério de Desenvolvimento Social aplicou o bloqueio dos benefícios para os casos em que as famílias tiveram renda per capita inconsistente", diz a pasta.

O público-alvo prioritário são famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda mensal por pessoa de até R$ 85.

Diante desse cenário, a CGU apresentou algumas recomendações para aprimorar os controles relativos ao Cadastro Único.

O ministério explicou, ainda, que estuda alternativas para automatização dos cruzamentos mensais entre o Cadastro Único e outras bases de dados oficias e que realizará a instauração de processos administrativos de cobrança de ressarcimento, priorizados de acordo com critérios de gravidade e relevância material nos casos de fraude.

Brasília - As normas propostas para a regularização de débitos tributários garantem condições especiais a microempresas, produtores rurais e. Apesar de conter, basicamente, .

Artigos relacionados