Acordo sobre Jogos de Inverno não desarmará a Coreia do Norte

Acordo sobre Jogos de Inverno não desarmará a Coreia do Norte

Os sul-coreanos também querem discutir questão do programa de armas nucleares que o Norte mantém e com o qual ameaça o Sul e seus aliados.

"A parte norte-coreana vai enviar uma delegação do Comitê Olímpico Nacional, atletas, torcedores, um grupo de artistas, uma equipe de demonstração de Taekwondo e um serviço de imprensa", anunciaram os dois países em um comunicado conjunto após o encontro bilateral.

Há 30 anos, a Coreia do Sul tentava usar os Jogos como vitrine para mostrar sua transformação em uma nação moderna com economia pujante, depois da guerra que marcou a península nos anos 1950.

Esta tentativa de aproximação acontece depois de o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, advertir, em seu discurso de Ano Novo, que o botão nuclear estava em sua mesas, ao mesmo tempo em que estendeu a mão ao sugerir que poderia enviar uma delegação aos Jogos de Inverno. "É a vontade de dividir os governos sul-coreano, que quer conversações intercoreanas, e americano, que quer a desnuclearização do Norte".

A Coreia do Norte também terminou trabalhos técnicos para restaurar uma linha direta militar com a Coreia do Sul, informou Seul, com comunicações normais prontas para serem retomadas na quarta-feira.

Os chefes das delegações se cumprimentaram com um aperto de mão em frente às câmeras. O anúncio foi feito na primeira conversa oficial entre as duas nações nos últimos dois anos.

Desde então, os sul-coreanos usaram a única ligação que havia entre os países, uma linha telefônica, para tentar entrar em contato com os norte-coreanos.

Nesse sentido, espera-se que o Ministério da Defesa da Coreia do Sul proponha, nessa semana ou na próxima, uma data e um lugar para a realização do primeiro encontro.

Apesar de Pequim argumentar que a sua influência sobre Pyongyang é limitada, aprovou as crescentes sanções das Nações Unidas contra o regime de Kim Jong Un, incluindo o bloqueio da exportação de têxteis, pescado e outros produtos, bem como limites mais apertados ao fornecimento de petróleo e outros produtos petrolíferos. Os americanos responderam com ameaça de aniquilamento da Coreia do Norte pela força militar.

A Coreia do Norte também tentou liderar um boicote dos países socialistas aos Jogos, mas conseguiu a adesão apenas de Cuba, Nicarágua e Etiópia -importantes países socialistas da época, a URSS e a Alemanha Oriental, decidiram participar da Olimpíada de Seul.

Artigos relacionados