Tony Blair confirma que está empenhado em reverter o Brexit

Tony Blair confirma que está empenhado em reverter o Brexit

O antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair, do Labour, está empenhado em proporcionar um novo referendo e reverter o veredicto que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia, o "Brexit". Para a BBC, há crescentes indícios de que o Reino Unido está próximo de avançar nas negociações.

Quando o Reino Unido sair da União Europeia, a Irlanda do Norte, território britânico, deixa de pertencer à UE e torna-se a única parte do Reino Unido a fazer fronteira com um Estado membro da União, a República da Irlanda.A gestão dessa fronteira é uma das questões mais sensíveis e Londres tem assegurado a Dublin a importância de evitar uma fronteira rígida ("hard border"), como as outras fronteiras externas da UE.

Ela encontrou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e também tem uma reunião prevista com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. "Ela está defendendo o ponto de vista do Reino Unido com toda a energia que sabemos que ela tem", disse Juncker a jornalistas. No entanto, ele afirmou que as posições de ambos os lados estão mais estreitas e que há confiança de que um senso comum será acordado antes da cúpula dos líderes europeus em 14 e 15 de dezembro.

O governo do Reino Unido chegou finalmente a um acordo com a União Europeia sobre uma das questões mais controversas nas negociações do Brexit, a fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda após a saída do país da UE.

É, por isso, muita a expectativa quanto à reunião entre Juncker e May, durante aquele que será provavelmente o almoço mais caro da história.

"Com sorte encontraremos um caminho adiante hoje", disse o ministro das Relações Exteriores irlandês, Simon Coveney, à emissora estatal RTE antes de uma reunião de gabinete para debater a questão antes das conversas de May.

Londres, de acordo com os media britânicos, não quererá ir além dos 55 mil milhões. Mas a Irlanda e a UE dizem que manter uma união aduaneira é a melhor forma de evitar "divergências regulatórias".

Artigos relacionados