Superávit de US$ 62 bilhões é o maior da história — Balança comercial

Superávit de US$ 62 bilhões é o maior da história — Balança comercial

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) divulgou nesta sexta-feira o resultado da balança comercial de janeiro a novembro. Ele ainda prevê que o ano feche com um superávit entre US$ 65 e US$ 70 bilhões. Sobre 2016, as vendas externas registraram crescimento de 18,2%, pela média diária. A corrente de comércio, soma de exportações e importações, alcançou a cifra de US$ 338,301 bilhões, representando aumento de 14,6% sobre os onze primeiros meses de 2016, pela média diária (US$ 295,321 bilhões). O volume de suco concentrado ficou em 60,5 mil toneladas em novembro, 7,65% superior ao total de 56,2 mil toneladas de outubro e 20,75% maior que o volume de 50,1 mil toneladas de novembro de 2016. As vendas de produtos semimanufaturados subiram 3,1%.

Em novembro, o Brasil exportou US$ 16,68 bilhões, alta de 2,9% sobre o mesmo mês do ano passado pelo critério da média diária.

O acumulado do ano já supera o rendimento fechado de 2016, nas importações, exportações e no superávit, sendo que o último já havia sido superado em agosto. No acumulado do ano, o comércio exterior brasileiro apresentou um saldo positivo de US$ 62,008 bilhões, ante US$ 43,26 bilhões no mesmo período de 2016, avanço de 43,3%.

O faturamento da região com remessas para outros países encolheu 7,7% em outubro em relação ao mesmo período de 2016, apontam dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Novembro é o quarto mês no qual houve crescimento nas importações de bens de capital, o que não ocorria desde 2013.

O resultado recuou 25,4 por cento sobre o saldo positivo de 4,753 bilhões de dólares de igual mês de 2016, quebrando sequência de nove recordes mensais nas trocas comerciais. Os maiores destaques foram as commodities, como soja, milho, minério de ferro e minério de cobre. No grupo dos manufaturados, houve crescimento principalmente em óleos combustíveis, máquinas para terraplanagem, tratores, automóveis de passageiros, veículos de carga, laminados planos, óxidos e hidróxidos de alumínio, chassis com motor, açúcar refinado, autopeças, calçados, pneumáticos, motores para veículos e partes.

Artigos relacionados