Reprovação a Doria em SP triplica e atinge 39%

Reprovação a Doria em SP triplica e atinge 39%

"Estamos iniciando a partir de janeiro um orçamento realizado realisticamente e assim passaremos a ter, ainda que não uma quantidade enorme de recursos, o suficiente para atender a zeladoria naquilo que é mais básico e necessário à população", disse Doria. Temos que melhorar a zeladoria urbana, a operação tapa-buracos.

A reprovação da gestão do prefeito de São Paulo, João Doria, saltou de 13% para 39%, segundo moradores da capital paulista que avaliaram o trabalho do tucano como ruim ou péssimo, aponta pesquisa Datafolha feita na semana passada e divulgada nesta terça-feira, a um mês da nova admnistração completar um ano.

Questionado sobre ter atingido o mesmo nível de reprovação do antecessor Fernando Haddad (PT), que não conseguiu se reeleger em 2016, Doria alegou que sua aprovação é maior que a do petista, se comparados períodos semelhantes, ou seja, primeiros 11 meses de governo. "Tudo isso são respostas positivas ao clamor da população", afirmou Doria.

Ainda segundo o Datafolha, 70% dos paulistanos acham que o prefeito fez menos pela cidade do que esperavam. O prefeito mantém 29% de ótimo ou bom, enquanto 31% dizem considerar regular a gestão. 1% não soube responder.

Desde o começo de 2017, a aprovação de Doria despencou 15 pontos, de 44% para 29%. Apenas 4% respoderam que foi acima do esperado. "Temos que melhorar", disse.

Doria afirmou que não recuou ao ser criticado por supostamente se lançar como pré-candidato à Presidência da República, mas admitiu que o foco do seu trabalho mudou. Eficiência e foco. Determinação, essa foi a orientação dada a todos os secretários e secretárias.

Artigos relacionados