Jogador é morto quando seguia para registrar assalto em delegacia

Um jogador de futebol foi morto quando seguiu para delegacia para registrar uma queixa de assalto. De acordo com a Polícia Civil, Paulo Alex Silva Machado, de 20 anos, foi assassinado quando ia prestar queixa de um assalto que sofreu no bairro Porteira.

Paulo e um amigo saíram de casa, por volta da meia-noite de domingo (3), com o carro do pai do jogador. Quando ele decidiu seguir para a delegacia, acompanhado de um amigo e familiares a pé, os suspeitos passaram com o carro roubado e atiraram contra o grupo, na Avenida Pedro Jorge. Ao retornar, por volta de 3h20, disseram que foram abordados por 4 homens armados, que se aproximaram em duas motos.

O zagueiro morreu na hora e outras duas pessoas ficaram feridas pelos disparos.

Paulo Alex atualmente estava sem clube, mas teve passagens pelo sub-20 do Madureira em 2015 e também jogou pelo Riograndense-RS e Artul-RJ. Por volta das 15h10, a Divisão de Homicídios já tinha tido acesso a imagens de câmeras de segurança e fazia diligências em busca dos suspeitos do crime. O amigo e a familiar foram levados para o hospital e estão em estado grave.

Paulo Alex foi revelado pelas divisões de base do Artsul.

Artigos relacionados