Indígenas protestam na AGU contra regras de demarcação de terras

Um grupo de aproximadamente 90 indígenas ocupou, na manhã desta quarta-feira, 6, a sede da Advocacia-Geral da União (AGU).

Os indígenas só desocuparam o prédio esta tarde após serem recebidos pela advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça. Um documento com a posição dos povos foi entregue e, de acordo com a AGU, será avaliado. A assessoria de imprensa da AGU confirmou o encontro, mas não detalhou o que foi dialogado entre Grace Mendonça e os indígenas.

Segundo informações divulgadas pelo Conselho Indigenista Missionário (CIMI), órgão que luta pelos direitos dos índios brasileiros, os manifestantes exigem a revogação de um parecer sobre demarcações de terra que pretende aplicar a tese de que só podem ser considerados territórios indígenas sujeitos a demarcação as áreas que estavam ocupados por índios antes de 1988, quando a atual Constituição Brasileira foi assinada.

Os indígenas também argumentam que o marco temporal inviabiliza a demarcação de terras que ainda não tiveram seus processos finalizados.

Artigos relacionados