Em entrevista, Jay-Z admite ter traído Beyoncé

Em entrevista, Jay-Z admite ter traído Beyoncé

Em entrevista ao The New York Times, o rapper norte-americano, de 47 anos, abordou vários assuntos da vida pessoal, nomeadamente, a relação com a cantora Beyoncé, tendo admitido que a traiu, numa altura em que os dois passavam por uma fase conturbada do relacionamento. Então você entra no modo de sobrevivência e quando você entra no modo sobrevivência o que acontece? E avaliou seu amadurecimento após o processo: "Cresci muito a partir daquela experiência. O mais difícil é você ver a dor que causou no rosto do outro e, então, ter que lidar com isso e consigo mesmo". (...) Mas o melhor lugar para estar é no meio da dor. Na música Sorry, trechos como de "Becky do cabelo bom" e "Nós usamos nossa arte como uma espécie de terapia". E era ali que estávamos. Mas acho que o mais importante que aprendi é que está tudo ligado. Era desconfortável. E conversámos muito. "E só pelo fato de ter consciência disso no dia a dia já dá a você, assim, uma. você tem uma vantagem". Você sabe. [Eu estava] realmente orgulhoso da canção que ela tinha feito, e ela estava muito feliz com a arte que eu tinha lançado.

Você percebe que se alguém é racista com você, não é exatamente com você. E, você sabe, no fim das contas nós realmente temos um respeito saudável pelo trabalho um do outro.

Jay-Z admite ter traído Beyoncé e confirma indiretas em músicas

Os fãs de Beyoncé e Jay-Z estão em choque. "Eu acho que ela é incrível", completou. Tem a ver com a criação [das pessoas que manifestam práticas racistas] e com o que aconteceu com elas, e como isso as levou a este ponto. Sobre a exposição do adultério na música de Beyoncé, Jay-Z disse não guardar mágoa da esposa.

"A maior parte das pessoas não quer olhar para si próprio, então acaba por ir embora [divorciar-se]", disse Jay-Z.

Artigos relacionados