Bryan Singer é demitido da produção de Bohemian Rapsody

Bryan Singer é demitido da produção de Bohemian Rapsody

Demitido da direção de "Bohemian Rhapsody", Bryan Singer explicou em um comunicado, publicado nesta segunda, porque a Fox decidiu dispensá-lo. O estúdio responsável pela cinebiografia de Freddie Mercury (1946-1991), por sua vez, não concordou em cedê-lo.

"Três semanas antes da retomada das filmagens, perguntei a Fox se poderia tirar umas folgas e voltar para os EUA", disse o diretor. "Não quero nada além do que terminar este projeto e ajudar a honrar o legado do Queen, mas, a Fox não permitirá porque precisei colocar, em primeiro lugar, a minha saúde e das pessoas que amo", completou. "Infelizmente, o estúdio não estava disposto a aceitar isso e me dispensou".

O filme, que tem previsão de lançamento para dezembro de 2018, se chama "Bohemian Rhapsody" e contará com o ator Rami Malek para interpretar Freddie Mercury.

"Algumas vezes tivemos diferenças criativas no set, mas isso nunca nos atrapalhou", declarou o diretor.

Em sua versão, a Fox justifica que interrompeu a produção por conta de uma "indisponibilidade inesperada" de Singer.

Apesar disso, o The Hollywood Reporter diz que fontes garantem que as gravações têm sido difíceis e que os produtores estão cansados dos atrasos de Singer no set, considerando até mesmo a sua substituição.

A produção do longa metragem sofreu seu desfalque após o dia de Ação de Graças, onde Singer deixou de comparecer no set de gravação alegando "problemas de saúde envolvendo o mesmo e sua família".

Artigos relacionados