Zé Pedro emocionado no regresso aos palcos após o transplante

Zé Pedro emocionado no regresso aos palcos após o transplante

Morreu hoje, aos 61 anos, Zé Pedro, guitarrista e fundador dos Xutos e Pontapés.

"A partida do Zé Pedro deixa um vazio irreparável, mas quero crer também que a força da Banda vencerá mais esta prova. Adeus, meu querido, obrigado por todas as bonitas palavras que trocámos", escreveu.

Era muito apaixonada por ele quando era miúda.Nunca pensei que o ia conhecer.Conheci-o e que prazer que foi, dizia que... Em 2001, descobriu que tinha Hepatite C e, em 2011, teve de se sujeitar a um transplante de fígado que o obrigou a uma pausa na carreira.

Tendo estado na base daquela que é a mais duradoura e popular banda rock portuguesa, Zé Pedro está indelevelmente ligado à história da música elétrica em Portugal, não só pelo seu papel nos Xutos & Pontapés, como na ligação à sala de espetáculos Johnny Guitar e a outros projetos que abraçava com invariável entusiasmo. "Hoje, quero apenas prestar a minha sincera homenagem ao Zé Pedro e manifestar toda a minha solidariedade para com a família próxima e a alargada, a dos Xutos que é, afinal, um pouco também, a de nós todos", afirma Jorge Sampaio, que assinou o prefácio do álbum "Aqui Xutos & Pontapés, 35 anos", de Rolando Rebelo, editado em 2014.

Zé Pedro tocou pela última vez com os Xutos & Pontapés no início de novembro.

O primeiro concerto realizou-se há 38 anos, em 13 de janeiro de 1979, na Sociedade Filarmónica Alunos de Apolo, em Lisboa. Como sabem tenho andado na luta da vida com alguns problemas de saúde. "'Zé tem de ser mais pequeno, muito mais pequeno, faz uma resumo disso que me mandaste'".

Artigos relacionados