Sporting expulsa de sócio Paulo Pereira Cristóvão

Sporting expulsa de sócio Paulo Pereira Cristóvão

O Sporting anunciou esta sexta-feira, em comunicado no site oficial, que Paulo Pereiro Cristóvão foi expulso de sócio do clube.

O clube de Alvalade deu também conta de que a decisão foi tomada "por unanimidade" no Conselho Fiscal e Disciplinar a 6 de outubro e tomou efeito a partir do dia 17.

Segundo a mesma nota informativa, o Sporting refere que Paulo Pereira Cristóvão violou vários deveres, entre os quais os de honrar e defender o nome e prestígio do clube e o de zelar pela coesão interna da instituição.

O inspetor da PJ referiu ainda que ser sportinguista não se reflete apenas no cartão de sócio.

Por último, Cristóvão volta a relembrar que "não é expulsando um sócio que conseguirão tapar o que deve ser destapado, nomeadamente as graves situações que estão a ser levadas a cabo por quem se julga dono do clube e faz dele o seu único modo de vida".

Prometendo recorrer à justiça para se manter como sócio do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão reagiu, em comunicado, à decisão do CFD acusando Bruno de Carvalho de, com "baixa ordinarice", criou "uma teia de submissão" entre os responsáveis leoninos.

Recentemente, Cristóvão fez uma denúncia no DIAP acerca da contratação do jogador japonês Tanaka, visando o dirigente do clube.

Artigos relacionados