Sismo de 7,2 abala o Iraque

Sismo de 7,2 abala o Iraque

Os números correspondem ao balanço de mortes e feridos apenas no Irão.

O Departamento de Saúde iraniano já lançou um alerta a solicitar com urgência a doação de sangue, uma vez que as unidades de reserva, revela a IRNA, não são suficientes para prestar o devido auxílio aos sobreviventes. O governador da província de Kermanshah, Faramarz Abkari, afirmou que as vítimas mortais já identificadas eram da cidade fronteiriça com o Iraque de Qasr-e Shirin, acrescentando que há "muitos feridos". Os residentes nesta região dependem principalmente da agricultura para ganhar a vida.

Segundo o serviço geológico norte-americano (USGS), o abalo foi registado à profundidade de 25 quilómetros e a cerca de 30 quilómetros a sudoeste da cidade de Halabja, numa zona montanhosa da província iraquiana de Souleimaniyeh.

A agência de notícias do Kuwait divulgou que o terramoto também se fez sentir naquele país do Golfo Pérsico, mas com intensidade menor, entre 04 e 05 na escala de Richter.

O sismo terá sido sentido noutros países do Médio Oriente, como a Arábia Saudita, Israel e até na Turquia. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.

Artigos relacionados