Portugal empata com os Estados Unidos (1-1) em jogo particular

Portugal empata com os Estados Unidos (1-1) em jogo particular

Apesar do golo sofrido, Portugal procurou rapidamente reagir à desvantagem no marcador, e dez minutos depois do golo de McKennie um cruzamento de Antunes no lado direito permitiu o empate com um monumental 'frango' de Horvath.

Os norte-americanos, também sem as suas principais figuras, mostraram-se mais ambiciosos no Estádio Municipal de Leiria e mereciam ter saído de solo luso com a vitória.

Com este resultado, a Seleção Nacional põe termo a uma série de seis vitórias consecutivas que já durava desde o jogo de atribuição do 3.º lugar da Taça das Confederações no verão.

Fernando Santos fez sete alterações relativamente ao encontro com a Arábia Saudita (Ricardo Ferreira fez a estreia absoluta e Bruno Fernandes e Bruma foram titulares pela primeira vez) mas a selecção entrou mal no encontro, jogando a ritmo lento.

Àquela altura, os Estados Unidos venciam por 1 a 0.

Logo aos 10 minutos, a Selecção nacional perdeu Pepe, devido a lesão, obrigando Santos a lançar Luís Neto, que junto a Ricardo Ferreira, acabou por criar uma dupla de centrais que se mostrou muito insegura em quase toda o jogo.

A seleção dos Estados Unidos da América não conseguiu o apuramento para o Mundial'2018 e perante o Campeão Europeu em título queria demonstrar que tinha qualidade para marcar presença na Rússia, e logo aos 2′ minutos Sapong fez o primeiro remate à baliza de Beto.

Após um mau passe de Ricardo Ferreira, McKennie ficou com a bola e deixou em Acosta, que devolveu ao mesmo norte-americano.

Pouco depois não foi Beto, mas sim a barra da baliza lusa que impediu McKennie de 'bisar' e dar nova vantagem aos Estados Unidos.

O único lance de destaque aconteceu com Gonçalo Paciência, que acertou com estrondo na barra, num remate executado já dentro da área.

Artigos relacionados