Pesquisadores comprovam que alumínio melhora o sinal wi-fi

Pesquisadores comprovam que alumínio melhora o sinal wi-fi

Se você tem idade perto dos 40 anos deve se lembrar que havia um truque para melhorar o sinal das antenas das hoje finadas TVs de tubo: colocar lã de aço e mudar a posição até encontrar uma imagem melhor.

A seguir eles generalizaram esse princípio a fim de otimizar os formatos do refletor para permitir uma distribuição dos sinais Wi-Fi de forma mais planejada e consistente com o ambiente, não apenas reforçando-os numa direção, mas também anulando-se onde eles não são necessários. Isso mesmo, só que desta vez é utilizado um pedaço de alumínio.

Pesquisadores da Universidade Dartmouth realizaram uma série de testes para melhorar a internet sem fio com uso de alumínio e comprovaram aquilo que você já sabia se alguma vez fez isso em casa: funciona mesmo. Foi então que eles criaram um refletor plástico que é coberto por papel alumínio.

"Com um simples investimento de cerca de US$ 35 (R$ 114) e especificando os requisitos de cobertura, um refletor sem fio pode ser customizado para superar as antenas que custam milhares de dólares", disse Xia Zhou, professora assistente da Universidade.

Confira abaixo o vídeo com a demonstração. O principal objetivo foi concentrar as ondas para os locais onde o usuário mais utiliza o Wi-Fi, ignorando os ambientes onde a presença de sinal é menos relevante.

Publicado pelo periódico científico EurekAlert, o projeto recebeu o nome de "parede virtual", que se refere a barreira de alumínio sobre o material impresso em 3D.

Segundo os pesquisadores, o WiPrint pode aumentar a força do Wi-Fi em até 6 dB no local onde quer que ele seja mais potente e reduzir o sinal em até 10 dB onde ele é indesejado. A meta, agora, é estudar outros materiais - para que os dispositivos se adaptem automaticamente de acordo com as mudanças de layout - e frequências de bandas mais altas.

Artigos relacionados